Filmes que andei assistindo #2

8.1.15

Oi gentes! Sem enrolação, segue a lista dos filmes que assisti entre dezembro de 2014 e janeiro de 2015.

Heavy, a história do Metal (Heavy, the story of Metal - 2006)
Assitir online
O documentário centra-se nas origens, subgêneros e as bandas de heavy metal, prestando muita atenção a bandas influentes como Black Sabbath, Led Zeppelin, Judas Priest e Iron Maiden, que ajudou a definir o heavy metal em seus primeiros anos. Outras bandas no programa incluem, Alice Cooper, Kiss, AC / DC, Van Halen, Def Leppard, Quiet Riot, Mötley Crüe, Megadeth, Metallica, Anthrax, Guns N 'Roses, e Marilyn Manson. No entanto, o documentário passa nomeadamente sobre menores perfil de metal sub-gêneros como o death metal, black metal, doom metal, metal progressivo, power metal e muitos outros considerados elementos centrais de metais panteão de hoje, com foco principalmente em hard rock e heavy metal tradicional.

Criação (Creation - 2009)
Assistir online
Charles Darwin (Paul Bettany) tem em torno de 40 anos e leva uma vida pacata em uma vila inglesa. Darwin é devotado à sua família, mas ao mesmo tempo é bastante distante deles. A causa principal é o vazio existente com sua esposa Emma (Jennifer Connelly). Darwin apenas se sente bem quando escapa para seu escritório, onde discute o dia com sua filha Annie (Martha West), de apenas 10 anos. Só que há um problema: Emma está morta, há muitos anos. Darwin conversa, ou acredita conversar, com seu fantasma. É o jeito que ele encontra para amenizar a dor que sente e o conflito que possui, ao perceber que a existência de Deus não se encaixa no mundo real.

Vermelho como o céu (Rosso come il cielo - 2006)
Assistir online
Baseado em fatos reais. Anos 70. Mirco (Luca Capriotti) é um garoto toscano de 10 anos que é apaixonado pelo cinema. Entretanto, após um acidente, ele perde a visão. Rejeitado pela escola pública, que não o considera uma criança normal, ele é enviado a um instituto de deficientes visuais em Gênova. Lá descobre um velho gravador, com o qual passa a criar estórias sonoras. Mirco hoje é um respeitado sonoplasta italiano.

Entrevista com o vampiro (Interview with the vampire - 1994)
Assistir online
São Francisco, anos 1990. Um jornalista entrevista um jovem que afirma ser vampiro, narrando suas experiências dos últimos 200 anos. Em flash-back, conhecemos Louis de Pointe du Lac (Brad Pitt), um homem que perdeu a mulher, morta durante o parto, e a vontade de viver. Com a ajuda de uma criatura da noite, Lestat de Lioncourt (Tom Cruise), ele se torna um vampiro e precisa aprender uma nova forma de vida.

300 A Ascensão do Império (300 Rise of an Empire - 2014)
Assistir Online
Após a morte do pai, Xerxes (Rodrigo Santoro) dá início a uma jornada de vingança e ruma em direção à Grécia, com seu exército sendo liderado por Artemisia (Eva Green). Enquanto os 300 espartanos liderados por Leonidas tantam combater o Deus-Rei, os exércitos do resto da Grécia se unem para uma batalha com as tropas de Artemisia no mar. Themistocles (Sullivan Stapleton) é o responsável por liderar os gregos. 

Êxodo: Deus e Reis (Exodus: Gods and Kings - 2014)
Assistir online

Exodus é uma adaptação da história bíblica do Êxodo, segundo livro do Antigo Testamento. O filme narra a vida do profeta Moisés (Christian Bale), nascido entre os hebreus na época em que o faraó ordenava que todos os homens hebreus fossem afogados. Moisés é resgatado pela irmã do faraó e criado na família real. Quando se torna adulto, Moisés recebe ordens de Deus para ir ao Egito, na intenção de liberar os hebreus da opressão. No caminho, ele deve enfrentar a travessia do deserto e passar pelo Mar Vermelho.

Até Que a Luz Nos Leve (Until The Light Takes Us - 2008)
Assistir Online
Noruegua, início dos anos 90: o Black Metal rapidamente desponta como o movimento musical mais polêmico da história. A ele são atribuídos incêndios e depredações a monumentos sagrados e assassinatos. Mas o que está além de toda essa agressividade? Sobretudo, quais são as origens artísticas deste movimento que, a despeito de toda violência, exerce absoluto fascínio por sua rica subcultura a ponto da Noruega se orgulhar de tê-lo como um de seus patrimônios culturais?
Despidos de preconceitos, Aaron Aites e Audrey Ewell investigam as raízes do movimento a partir de quem o viveu à época, e o resultado irá muito além das fronteiras da mera rebeldia.


Abraços e até a próxima!

PODERÁ GOSTAR TAMBÉM

4 respostas

Google+ Followers